O Manifesto Gótico

Moderators: The Madame X, lady_sequanna

O Manifesto Gótico

Postby The Madame X » Wed Jan 13, 2010 2:41 am

O Manifesto Gótico
Contribuição Anónima (Obrigada Joana)

Não basta vestir uma roupa preta e se dizer gótico.
Os góticos não são adeptos do consumismo ingénuo nas pessoas sofisticadas e elegantes que possuem senso crítico e um visual totalmente produzido.
Góticos são seres sociáveis que escolhem os seus amigos pelo que eles são e não por aquilo que eles possuem, não medem as pessoas dos pés à cabeça antes de se aproximarem para fazer novas amizades.
Os góticos odeiam qualquer forma de discriminações, aceitam as diferenças individuais com naturalidade e recebem bem todos independentemente dos seus valores, crenças, situação económica ou orientação sexual.
Góticos, não veneram o diabo nem cultivam o mal.
Os góticos não acreditam na violência e detestam os ignorantes e idiotas que vivem destruindo o património público.
Os góticos não moram nos túmulos dos cemitérios, apenas sentem-se fascinados com a beleza arquitectónica desses lugares.
No dia-a-dia são como as outras pessoas trabalham, estudam e lutam para melhorar as suas condições de vida e por uma sociedade mais justa.
Seja, como for entre nós, você será respeitado e tratado como um ser humano de verdade.

+Características Psicológicas+
A depressão, a raiva e o desânimo são as principais causas do distanciamento de nós, góticos, do mundo dos demais mortais.
Esse distanciamento na maioria das vezes torna-se num círculo vicioso e isso faz-nos cair num profundo poço de melancolia.
Essa tristeza invade as nossas almas, tornando-nos criaturas frias e distantes, muitas vezes estranhas para os outros.
Quando atingimos tal profundidade, é difícil voltar atrás e adoptamos as trevas como uma opção de vida.

É nesse preciso momento de auto-consciência, que sabemos exactamente naquilo em que nos tornámos e o que somos.
Essa é a fase de transição de uma pessoa normal, para um gótico, o nosso momento de maior solidão.
Com o passar do tempo acabamos por abrir mão de vários amigos e a solidão parece crescer cada vez mais, até acabarmos por perceber que não estamos sós e que pelo mundo fora existem pessoas na mesma situação que nós. É aí que somos percebidos, quando paramos para perceber, é assim que surge, emergindo das sombras, uma nova sociedade.

+Solidão+
Esse sim, é o nosso sentimento mais profundo e o necessário para o cultivo da nossa melancolia eterna.
É o sentimento responsável pelos nossos momentos de reflexão e sem ele a essência gótica não tem sentido algum.
+Arte+
Tal qual nos tempos idos, a cultura gótica sempre esteve ligada com a arte. Não importando qual fosse essa, música, poesia, pintura , escultura...
Como os povos antigos, como os poetas de outros séculos, a cultura gótica permanece como um inconformismo explícito ao convencionalismo da sociedade massificada do mundo.
Manifestando-se ora como um sentimento nostálgico, ora melancólico, as vezes tenebroso e sempre celebrando um lado sombrio da vida e da arte.
A música gótica, como em todas as outras formas contra culturais, articula um não conformismo explícito aos poderes estabelecidos. Opõe-se as actividades sexuais limitadas e às tradicionais religiões estabelecidas. Sumos-sacerdotes, igrejas e congregações foram substituídos por músicos de rock, bares e fãs.
A música celebra o lado negro e obscuro da vida e tem um estreito fascínio com a morte. O seu som lento e penetrante é frequentemente descrito como melancólico, tenebroso e mórbido.

As pessoas enfeitiçadas pela nova cultura gótica encontram no vampiro a imagem isolada mais apropriada para a contra-cultura.
Homens e mulheres vestem-se de preto, perpetuando assim a imagem vampírica. Vampiros, sangue, presas e morcegos encheram as páginas das revistas góticas, podendo haver ou não uma co-existência com o Vampirismo.

Comentário
Ser Gótico é apenas ser Gótico. Não há manual ou cartilha.
Toda a pessoa que tem uma visão romântica, surrealista e medieval do Mundo e tem dentro de si uma sensibilidade para tudo o que é belo ou misterioso é um Gótico.
Ou você nasce Gótico ou é Apenas Um Individuo Deprimido Querendo Chamar atenção, Desfilando Vestimentas Pretas Na Rua. Ninguém Se Torna Gótico. O Góticismo Está No Sangue, É Nato... … Um Dom!!!
Tanto As Trevas Quanto a Luz Foram Criados Por Deus... E tudo isso é muito belo e muito místico!!!

A verdade sobre os Góticos
-Os Góticos possuem uma percepção artística e espiritual diferenciada. Isto lhes permite contemplar situações pouco comuns para as outras pessoas;
-Esta percepção é natural á sua personalidade e é desenvolvida, muitas vezes inconscientemente, ao longo de sua vida. Num determinado momento, descobre-se o góticismo e ocorre uma identificação imediata. Portanto, não é possível "virar Gótico";
-Os Góticos frequentam cemitérios para ler, ouvir musica ou apenas refletir sobre a própria existência, aproveitando o aspecto de paz e tranquilidade e a arte das esculturas tumulares, por exemplo. … falso o conceito de que os Góticos vão ao cemitério para roubar, destruir ou praticar rituais;
-Os Góticos possuem uma personalidade introspectiva. Não são depressivos, pessimistas ou agressivos;
-Para os Góticos, tristeza e melancolia não são sentimentos negativos. São apenas estados de espírito dos quais, muitas vezes, são fontes de inspiração;
-Os Góticos são pessoas que valorizam a arte e a intelectualidade. Por exemplo, estudam e pesquisam sobre História, Literatura, Cinema, Música, Sociologia etc;
-Na cultura gótica, não há uma religião específica a ser seguida. Geralmente, os Góticos se interessam por temas ocultistas, mas podem ser Católicos, Evangélicos, Neopagãos etc. Podem seguir uma crença pessoal ou até mesmo serem Ateus. … falso o conceito de que todos os Góticos são satanistas ou anticristãos;
-Não h· uma ideologia política específica entre os Góticos. Aliás, é raro encontrar alguma citação política no goticismo;
-Os Góticos não se vestem exclusivamente com roupas pretas e nem todos usam maquilhagem e acessórios metálicos;
-A musica gótica possui diversas ramificações. Mas os Góticos também ouvem outros estilos como o Clássico, New Age, Música Sacra ou qualquer outro estilo que identifique-se com sua personalidade;
-Os Góticos não possuem rivalidade com nenhum outro grupo social;
-Os Góticos são pessoas sociáveis e aceitam as individualidades de forma natural. Independentemente de seus valores, crenças, etnia, situação económica ou orientação sexual;
-O principal fator que identifica um Gótico, é a personalidade. Portanto, não há relação com a cor da pele. Assim, encontra-se Góticos de todas as etnias: brancos, negros, pardos etc. … falso o conceito de que os Góticos são todos brancos;
-Os Góticos trabalham e estudam. Portanto, são socialmente e economicamente tão produtivos quanto qualquer outra pessoa.
O que É um Gótico
"Goticismo é uma subcultura, estilo e maneira de pensar. Isso parece bem pretensioso, mas é outra faceta do Goticismo. Umas das principais coisas da cultura gótica é a apreciação pela dicotomia da vida, o contraste entre a luz e o escuro, o bem e o mal, coisas das quais uma não poderia existir sem a outra, e os valores tradicionais de julgamento ligados a estes opostos não são necessariamente verdadeiros.
Os Góticos tem uma tendência de ter um senso de humor perverso e negro, um amor á história, literatura e musica. Tentar colocar os Góticos em "tipos de pessoas" seria impossível. Os interesses, estilos e suas atividades são as mais diversas possíveis. As vezes, as roupas podem ser uma dica, mas não sempre. Apenas procure por algum sinal de escuridão - este é o fator mais confiável.
A subcultura gótica frequentemente envolve a cena musical, mas pessoas leigas os confudem com punks (pode acreditar). Muitas bandas góticas clássicas, como Siouxsie and the Banshees e Damned foram originalmente consideradas punks. A música não é a única arte dos Góticos. Todos os tipos de manifestação artística por parte de Góticos é sempre bem vinda e encorajada.
Muito da cultura gótica é superficial, artificial e pretensioso, e isso não é ajudado pelo facto de muitas pessoas que se consideram "Góticos de verdade" descriminam os que eles consideram "posers". Alguns dos jovens que agora se consideram "Góticos" sair do Goticismo e ir para outras coisas. Outros não. Outros ainda continuarão, mas se sentindo estranhos na cultura "normal", e irão se redescobrir quando encontrarem algo que os lembre da cultura e do pensamento Gótico.
Mas também existe uma grande parte desta cultura que é rica e pensadora. Os Góticos lêem coisas como Dante, Byron, e Tolstoy - não porque eles "devem" ler, mas porque eles querem ler. Também costumam assistir filmes mudos de expressionistas alemães e relatar detalhes como outras pessoas poderiam falar dos filmes de Hollywood. Os Góticos normalmente tem discussões espirituosas sobre a evolução da religião e seu lugar na sociedade moderna.
Ser Gótico é, no fim, uma forma de tribalismo, uma maneira de pessoas que tem interesses parecidos se encontrarem e terem um lugar a qual pertencer. Como a maioria das tribos, os Góticos sempre tentam manter fora quem não faz parte desta tribo (os muito pretensiosos e os posers). Mas também pode ser uma tribo muito boa e confortável para aqueles que se encaixam, e cheia de paciência e entusiasmo para aguentar as pessoas que tentam descobrir o que os Góticos querem. Os Góticos irão continuar mantendo fora os que não pertencem a seu meio, e aqueles que estão interessados em os explorar por causa do visual diferente e por terem interesses fora do padrão adotado pela sociedade mas eles também tentarão se proteger. Para alguém que não acha que eles se encaixam no padrão adotado pela sociedade, conhecer mais sobre o Goticismo pode ser muito prazeroso.
Os Góticos não são muito diferentes de qualquer outra subcultura
Os Góticos tem um visual diferente. Eles gostam de coisas que a maioria das pessoas acham questionáveis, desprezíveis ou até complicadas. Eles não se encaixam como pessoas "normais", como eles mesmos dizem. Consequentemente, várias coisas são ditas e estereótipos são criados sobre Góticos, os quais na maioria são falsos.
Não são todos satanistas.
Não pensam que são vampiros.
Não são perigosos ou violentos.
Não são obcecados pela morte e por matar.
Nem todos usam drogas.
Nem todos os Góticos do sexo masculino são gays.
Nem todas as góticas do sexo feminino são hetero.
Os Góticos tem empregos ou vão a escola, pagam impostos, criam famílias, possuem carros e casas, e são tão produtivos quanto qualquer outra pessoa, se não forem mais.
Todos tem tendência a algum tipo de arte, mas nem todos são músicos, pintores pretensiosos ou artistas de histórias em quadrinhos assustadoras. Alguns fazem isso, claro, mas outros costuram, fazem jóias, escrevem de novelas a resumos, cozinham, esculpem, tiram fotos, fazem jardinagem, dançam, fazem filmes, fazem jogos, ou ainda escolhe entre centenas de coisas criativas para se fazer.
Não estão interessados em aterrorizar pessoas (na maioria do tempo), roubar seu dinheiro, corromper suas crianças, ou fazer qualquer outra coisa além de viver da maneira que escolheu."
User avatar
The Madame X
Member / Matriarch
 
Posts: 7268
Joined: Tue Feb 17, 2004 3:48 pm
Location: Portugal / NJ US

Return to Artigos

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron