Vampirismo hematófago,a ciencia e a religião.

Moderators: The Madame X, lady_sequanna

Vampirismo hematófago,a ciencia e a religião.

Postby Aradia » Mon Jan 25, 2010 11:57 pm

Muitos me perguntam sobre vampiros hematófagos.Eles existem? Se não existem, já existiram? Se já existiram por que desapareceram? Seria uma evolução visto que tudo o que vive sobre o planeta Terra evoluem?
Baseada nessa teoria tentarei traçar um paradoxo sobre a evolução do homem e a dos vampiros.
Sabe-se que o homem primitivo antes da descoberta do fogo, possuia caninos avantajados como o dos macacos para que pudesse se alimentar de coisas cruas...inclusive carne apesar de muitos pensarem que antes do fogo eramos herbivoros.
Tambem se sabe que o nosso corpo possue uma memória genética que é passada a muitas gerações e que serve para a nossa sobrevivencia.
Evoluidos,os seres humanos, após a descoberta do fogo, passaram a cozinhar o seu alimento e assim tambem a demorar algum tempo para que o seu organismo pudesse se adaptar a nova forma de alimentação.O sangue que antes era consumido em abundancia,o protegia de diversas doenças que até então eram inexistentes.O sangue carregava nutrientes necessarios que após o cozimento se perdiam.A carne ficava mais mole e não precisavam mais de caninos tão grandes para rasga-la.Provavelmente depois do processamento dessa carne, o organismo acostumado com outra alimentação ficou debilitado.Mas eles não sabiam qual era o motivo e continuaram a cozinhar o seu alimento que se tornava mais quente e podia ser misturado a outros alimentos tornando-o talvez mais saboroso.Com o tempo,o organismo se adaptou e o homem até hoje passa a testar novas fontes energéticas tentando suprir a necessidade nata do seu alimento primitivo: o sangue.
Isso é só uma teoria e provavelmente existiam varias formas de vida que tambem dependiam de sangue na época.
É um assunto cheio de tabu pois com a evolução tambem descobriu-se o teocentrismo e o cristianismo muito mais tarde como sendo a forma mais correta de sobrevivencia.A religião explicava o que o homem não conseguia explicar como o porque de estar se vivendo menos do que os seus antepassados.Dentro do cristianismo o sangue saia de cena sob o apelo do inferno,Seol, lago de fogo, umbral, etc...e toda essa loucura passou tambem a fazer parte da memória genética(necessaria para a sobrevivencia em sociedade).Um delirio coletivo que levou o homem a denegrir-se cada vez mais abominando a regeneração fisica e pisicológica de acordo com a sua natureza primitiva inconscientemente.
Alguns nos dias de hoje, já não estão tão ligados á essas filosofias e mesmo no inconsciente recomeçam o caminho natural. Alguns sentem desejo de consumir sangue e quando o fazem entram em luta contra si próprios.Seus corpos mudam e passam a se tornam o que outrora já foram.
Havia uma diferença entre o homem e o vampiro no inicio dos tempos?
Existe um virus capaz de transmutar humanos em vampiros ou o vampiro seria sempre um vampiro desde o nascimento só que adormecido como um gen adormecido que derepente é desperto por alguma coisa?
Algumas pessoas creem na teoria do virus e pesquisam á fundo.Para que essa teoria tenha fundamento é necessário uma troca sanguinea e o individuo infectado deve estar com a imunidade baixa para isso.Dependendo da imunidade,da quantidade de sangue ingerida,idade e dequem é o doador a mutações passam a acontecerem mais ou menos forte. Esse virus então modifica as células do sangue fazendo com que os anticorpos o vejam como proteina.Assim ele infecta o DNA das células do receptor. Isso causa mutações no figado, medula, sistema linfatico, estomago,neoronios,saliva e dentes. Existem infinitos virus sobre a face da Terra e estavam aqui desde o inicio como sendo a primeira forma de vida. Milhares de milhões ainda desconhecidos pelo homem e muitos deles ainda não encontraram as condições ideais para se reproduzirem.Os virus tambem explicam os diferentes tipos de vampiros e otherkins. Cepas dominantes e recessivas do virus demonstrando assim diferenças e similaridades entre os tipos vampiricos.
Como os virus tambem são mutantes(todos),os vampiros tambem mudam a cada geração.Ele pode estar latente no organismo do hospedeiro e ser desperto por alguma doença ou reação fisica quando o sistema imunológico estiver em baixa. Depois acaba se multiplicando acabando por salvar a vida do hospedeiro e mudando-o para sempre.Isso explica tambem o porque é tão dificil de detectar quando vamos ao médico.
Muitos vampiros em inicio de despertar quase sempre relembram algum fato traumatico antes da suposta infecção viral e as sensações variam de um para o outro.Se observarmos sempre haverá alguma forma de eleiminação de matéria organica como forma de eleiminar o antigo DNA. Isso pode incluir por exemplo suores excessivos,regurgitação, diarréia ou descamação da pele bem como erupções. É uma forma do corpo se livrar do antigo material genético.
Luzes podem incomodar, nos tornamos mais pálidos e mais sensiveis á radiação, o sistema digestivo torna-se extremamente sensivel e o sistema neurológico torna-se mais refinado aumentando as faculdades psiquicas.
Os genes podem permanecer latentes por gerações até que sejam ativados por algum fator ambiental e tambem pode demorar meses ou anos para serem perceptiveis. A "besta" é a nossa natureza mais primitiva como a do homem da idade da pedra que agia instintivamente. A visão noturna deve-se ao fato dos nossos antepassados preferirem caçar á noite e isso tambem explica a capacidade psiquica,auditiva,etc...aumentada.
Baseada ainda nessa teoria podemos afirmar que quanto mais sangue diferente se ingere maiores serão as mutações pois cada um despertará uma faculdade diferente no organismo vampiro ativado por um gen diferente do virus.A idade avançada dos antepassados e não a imortalidade fisica seria uma mutação rara do virus. Sabemos tambem atravéz da ciencia que a cada mais ou menos 8 anos todas as células do corpo são substituidas.Ao ingerir o sangue de um doador o organismo do vampiro leva de 1 a 3 dias para sofrer as mutações celulares sendo que algumas sómente serão perceptiveis depois de muito tempo.Por isso ,repito,é tão dificil de ser detectada e tambem o organismo passa a reconhecer o virus como sendo parte do seu próprio corpo.
Espero ter me expressado de maneira mais clara possivel. O assunto é muito longo e terei o prazer de dar continuidade quando sentir-me mais disposta.

Abraços á todos.

Aradia
User avatar
Aradia
 
Posts: 417
Joined: Sun Jan 04, 2009 9:44 pm
Location: Brasil

Return to Artigos

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron